HOMENAGEM PÓSTUMA – LAUREANO ALBERTO SCHOFFEN
27 de Julho de 2018

 

Idealizador e um dos fundadores da Associação dos Municípios das Missões, o professor, contador e líder político, Laureano Alberto Schoffen, foi um protagonista na história de Cerro Largo.  Em 1954, participou ativamente na emancipação político-administrativa do município, e foi eleito como representante do povo para a primeira legislatura da Câmara de Vereadores. Como secretário executivo, integrou a primeira diretoria da AMM, escreveu e assinou a primeira ata da Associação, no dia 28 de maio de 1967, e desde então permaneceu prestando relevantes serviços à entidade que ajudou fundar.

 

Passados mais de 50 anos da fundação da Associação, e com mais de 90 anos de idade, ele permaneceu ativo na secretaria da entidade, especialmente na elaboração das atas das assembleias mensais. Com sua vida dedicada ao municipalismo, ele não mediu esforços em busca de conquistas para a região missioneira, sempre solene e cordial, trabalhou incansavelmente por mais de 5 décadas em prol da população, visionando ideais e melhores perspectivas de vida para toda a comunidade.

 

Em 2017, foi homenageado por sua extraordinária atuação desde os primórdios da entidade com a Medalha da 54ª Legislatura durante o Grande Expediente na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, na qual comemorou-se o aniversário de 50 anos da Associação dos Municípios das Missões (AMM).

 

Excelente profissional, pai, companheiro e avô, Laureano Alberto Schoffen, deixará muitas saudades a todos amigos e familiares. Presente em sua essência o espírito de líder político e profissional, sua partida é considerada uma perda irreparável para o funcionalismo público, onde sempre foi exemplo de índole ilibada, ética e companheirismo.

 

Laureano Schoffen foi casado muitos anos com Teonila Colling Schoffen (in memorian), de cujo matrimônio tiveram os filhos Eugênio, Carlos, Helena, Marta, Cláudia, Leonardo e Norberto. Além de netos e de familiares e amigos, Laureno também deixa a companheira Alda Marli Weber. 

 

Por Kerly Nasser

Mais notícias