CARREGANDO
Boa Noite | quarta-feira, 20 de outubro de 2021

INFRAESTRUTURA

Há bastante tempo vem sendo pauta de reivindicações das lideranças políticas regionais junto às autoridades competentes, as interligações e acessos asfálticos para atingir todos os municípios missioneiros, especialmente aqueles que constituem a Rota das Missões. Pauta de reivindicações Asfálticas:

  1. Construção da rodovia, ligando a cidade de Eugênio de Castro à BR-285 – 25 Km;
  2. Construção da rodovia asfáltica de Garruchos da BR-285, onde se situa a Conversora de Energia Elétrica, à BR-285 – 70 Km;
  3. Construção dos acessos asfálticos da BR-285 ao sítio arqueológico de São João Batista, no município de Entre Ijuís (8 Km), e ao de São Lourenço das Missões, no município de São Luiz Gonzaga (8Km);
  4. Construção do acesso asfáltico da sede de Pirapó à BR-392 – 10 Km;
  5. Construção do acesso asfáltico da BR-392 a Assunção do rio Ijuí (Santuário), no município de Roque Gonzales – 3 Km;
  6. Construção do acesso asfáltico de Ubiretama à BR-392 – 9Km;
  7. Interligação asfáltica das BR´s – 285 e 392, via São Luiz Gonzaga – Rolador – Cerro Largo – 40 Km;
  8. Interligação asfáltica entre a Linha São João – município de Cerro Largo e a cidade de Cândido Godói, entroncando com a rodovia que leva a Santa Rosa e o
  9. Norte do Estado e do País – 14 Km;
  10. Interligação asfáltica de Salvador das Missões (BR-392) a Campina das Missões – 16 km; levando até Cândido Godói (RS 307).
IR AO TOPO ▲ ◄ VOLTAR UMA PÁGINA
VER MAIS