CARREGANDO
Bom dia | quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Prefeitos querem mais projetos de inovação para o interior do Estado

Gestores pediram ao secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS, um olhar mais atento para os polos tecnológicos da região Noroeste
Publicado em 23/06/2022
Por Izabel Cristina Ribas de Freitas

Com a certeza de que investimentos em inovação alimentam o crescimento econômico, a qualidade de vida e o bem estar da população e representam a geração de emprego e desenvolvimento para os municípios e as regiões, os prefeitos Jacques Barbosa (Santo Ângelo, presidente da Associação dos Municípios das Missões - AMM), Anderson Mantei (Santa Rosa), Daniel Hinnah (Panambi) e Paulinho Salerno (Restinga Seca), presidente empossado da Famurs, pediram ao secretário de Estado de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Alsones Balestrin, um olhar diferenciado para o interior do Estado.
Conforme manifestação do prefeito Jacques, os grandes incentivos do Estado para a inovação e o empreendedorismo estão concentrados em torno da Região Metropolitana, sem um direcionamento mais efetivo para os polos tecnológicos do interior. “Os grandes projetos de inovação, com impacto na sociedade, não podem ser feitos apenas pelos municípios, precisam ser orquestrados também pelo Estado”, afirmou.
O encontro foi durante o 40º Congresso de Municípios da Famurs, na cidade de Restinga Seca, na terça-feira, 21, ocasião em que Balestrin participou de painel para os gestores, abordando o tema “Cidades como ecossistemas de empreendedorismo e inovação”, mediado por Hinnah, da Câmara Temática de Inovação da federação dos municípios, “setor que o prefeito Jacques é um grande parceiro”, destacou o secretário de Estado.
SANTO ÂNGELO
No painel, o secretário de Estado posicionou Santo Ângelo em destaque na política de inovação do Governo Municipal envolvendo as universidades, segmentos econômicos e a sociedade, com a gestão na liderança da quádrupla hélice. “É um trabalho colaborativo que acelera a transformação inovadora da cidade”, citou Balestrin. Ele também destacou dois grandes projetos tecnológicos da região Noroeste Missões, envolvendo o Campus Santo Ângelo da URI, a Faculdade de Horizontina (Fahor) e a Setrem, de Três de Maio.
MARCO LEGAL
O prefeito Jacques anunciou que irá elaborar o Marco Legal da Inovação em Santo Ângelo e apresentar a sugestão para os municípios que integram a AMM para a concepção de uma legislação que contribua para alavancar o empreendedorismo regional, com base na Lei Complementar Estadual número 15.639/2021.
Para o secretário Balestrin esse é primeiro passo para o fortalecimento da inovação nas cidades. “São necessárias leis favoráveis para transformar as cidades e conter a evasão de cérebros e talentos”, pontuou.
Conforme o painelista, para impulsionar a inovação e o empreendedorismo, os municípios precisam instituir o Marco Legal, liderar a quádrupla hélice, investir em talentos e construir parcerias estratégicas. “O melhor lugar para empreender é onde se vive bem. O Rio Grande do Sul é a quarta maior economia do país e um terreno fértil para a inovação e o empreendedorismo. Quem pensa em futuro, investe em inovação”, concluiu o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Estado.
PARTICIPAÇÃO
Também participaram do painel os prefeitos José Roberto (São Miguel das Missões), Paulo Kipper, (Cerro Largo) e presidente do Departamento de Turismo da AMM, Joaquim Bourscheidt (Mato Queimado), José Moacir Fabrício Dutra (Bossoroca), Amauri Pires da Silva (Caibaté) e João Alberto Aquino Gomes (Rolador); os vice-prefeitos Júlio Ledur (Cerro Largo) e Rafael Godois (São Nicolau); e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Cerro Largo, Vanderlei Castro, além de outros da região.

IR AO TOPO ▲ ◄ VOLTAR UMA PÁGINA
VER MAIS